Não há salvação…

diciembre 1, 2015 CrônicasPortuguês  No comments

salvacao

Essa vai para todos «os chamados e os  poucos escolhidos»: Não há salvação para você que foi contaminado desde a placenta  com o vírus da arte.

Mesmo para os que foram agraciados com a genialidade ou aquele talento icônico – não teime; não há escapatória. Sem disciplina não se chega – a lugar nenhum. E sem perseverança, não há disciplina.

Como já disse Picasso magistralmente: «A inspiração existe, mas deve lhe encontrar trabalhando.» A velha tática do ensaio, tentativa e erro ainda é o único caminho viável e infalível. Não conte com atalhos. Não há loteria ou mega-sena. Trabalhe cada dia, seja ele inspirado ou não. Proponha uma meta diária, tal lojista em «vaca magra». Chame o freguês; seja o texto, ou as cores, a primeira rima, ou a textura do barro na escultura.

Envolva-se religiosamente na sua santa obra, com a fé de um crente ou umbandista. Mas acredite. Nem todos os filmes de Woody Allen foram obras primas. E nem todo mundo gosta de Guernica. Até mesmo JK Rowling recebeu doze negativas de editoras até que uma finalmente decidiu publicar Harry Potter. E você leitor? Ainda crê que arte não é trabalho?

Simplesmente não escolhemos essa forma de vida, mas afortunadamente é o único meio através do qual conseguimos existir. Até o último dia. E além da eternidade.

 

Leave a reply