Cortázar

noviembre 26, 2014 PortuguêsReportajes / Reportagens  No comments

Cortázar era bruxo : Para comemorar o centenário de um Grande Homem e Escritor.

 

Cortázar era bruxo, mago e gênio. As três murtis ao mesmo tempo.  Era o mago da “Rayuela” ( amarelinha) e o pai da anti-novela. E claro; uma anti-novela não cai das nuvens. Ou cai?

Tampouco Julio Cortázar te leva para o céu, mas te guia em seus capítulos, dando-te livre-arbítrio. Era ele o Rei da Astúcia. Porque um livro que possa começar onde te dê a vontade, onde se bem entende. Não é obra do acaso.

Nascido na Bélgica, de nacionalidade Argentina, abandonou o corpo em Paris. É um dos escritores mais ciganos por natureza, da nossa  História.

Escritor, professor e tradutor; Traduzia o “duende”; intraduzível ao mundo. Tinha arte pelas nove esquinas do corpo.

Se meteu, en contra, ao governo militar argentino e nos brindou obras imortais. javier pinon

Mestre do relato curto e da prosa-poética e da narrativa breve em geral.

Nos regalou joias em cada ponto e reticência:A  todo o continente hispânico. Deu ao mundo uma nova forma de literatura.

Rompeu a linearidade temporal da narrativa.

Era e é então, um Merlin do Realismo mágico e uma fada Morgana, do surrealismo.

 

Renata Vázquez

#allrightsreserved

A ser publicado no Jornal literário Paranaense Quixote.

25.11.2014

 

Leave a reply