Combien

marzo 28, 2018 CrônicasPortuguês  No comments

Combien

Como se não bastasse. Bastar. Porque ser feliz parece pouco. Como se não restasse prosperar. Porque ostentar. Parece tudo. Como se não bastasse se destacar. Porque ser e não ter. É pouco. Como se o público fosse tudo. Mesmo que
Ter talento fosse nada. Como se não bastasse provocar. Novas redes neurais. Porque incitar o pensar. É raro. Como se não precisasse respirar. Porque Estar vivo é pouco. Como se não bastasse ter dois hemisférios cerebrais. Belíssimos. Ter multi focos. É pouco. Como se não fosse pouco. O muito que vales. Não amar. A vida. O que se faz. É nada.

Renata Vázquez

 

 

Tags:  , ,

Leave a reply

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>


*