Archivo diario junio 14, 2016

Deixa….

junio 14, 2016 "AFLORISMOS"PoesiaPortuguês  No comments

Deixa a poesia quarar.

 

Deixa a poesia quarar.

Os versos logo caducam

e o amarelo penetra

as páginas.

De quem não soube

viver. Ou decorar,

O verso exposto.

Ou resvalou

em um negro olhar.

A serpentear nas próprias

entranhas nebulosas.

Ou nas mesmas

veias rasas

de lobo- homem

embolorado.

 

 

#allrightsreserved

Renata Vázquez

Leer más