Archivos por mes diciembre 2014

Tal raio de Acácia brava

diciembre 10, 2014 Poesia  No comments

E o dia tempera a noite,
Como a noite apimenta o dia,
Tal raio de acácia brava,
Como o “sim”
Que não dirias.

E a vargem floresce à noite,
O raio canta de dia,
O amanhã floresce em coices,
O “não” que não calarias.
 

O dia suaviza  a noite,
A noite feroz se inicia
Em plenilúnio de quarta feira,
A canção que já ardia.

 

 

Leer más