Archivo diario septiembre 21, 2014

Carne e Verbo

septiembre 21, 2014 PoesiaPulsões  No comments

VIUN
Sou um momento,
Um respiro a beira do todo…
Sem que percebas, escapo
E deter-me seria o seu fim.

Sou o vento
Transparente e forte
Arrancando as folhas
Dos seus arbustos cansados.

Sou as nuvens
Em mutação constante
Seus pensamentos,
E a flecha flamejante

Sou carne e sou verbo
Conjugável e comestível
Sou o vinho nas suas papilas
E o sabor que não se agarra.

Leer más