Archivos por mes agosto 2014

E vamos viver sem respostas…

agosto 26, 2014 CrônicasPortuguês  No comments

mar buzios 11E vamos viver sem respostas. Por enquanto. Por um minuto de silêncio, onde apenas as cigarras cantam. Uma brisa que satisfaça nossa necessidade por verdades. Tudo é como se manifesta em um instante. E por um instante- Talvez- seja verdade.

Essa ânsia por clarão à meia noite, por palavras inteiras sobre a mesa. Pode respirar. As fases da lua devem esperar. Tal como se espera a lua nova caminhar e se tornar plena novamente, falando aos olhos e às emoções flutuantes. Façamos um apelo a não-violência interna. Não arranquemos as vísceras cedo demais. Não violemos o tempo e o caminhar do relógio. As verdades mais cedo ou mais tarde atropelam as esquinas e derrubam as meias-palavras.

De nada serve empurrar saturno tal criança mimada. O senhor do tempo se move ao seu passo...

Leer más

Deadline

agosto 26, 2014 "AFLORISMOS"Português  No comments

Ci sono persone che vivono sul filo del rasoio, al limite,  nei bordi ,
dentro e fuori dalle linee di pressione.

Ci sono persone che agiscono meglio
quando sono di fronte all’abisso
e al rischio.

Solo quelle che si lanciano dentro il vagone di un treno
poco prima che la porta si chiuda.

Perché l’adrenalina motiva,
perché è al quarantacinquesimo minuto,
che viene segnato il gol più bello.

Deadline

Há pessoas viciadas no fio da navalha,
no limite, no borde e desborde das linhas de pressão.
Há pessoas que atuam melhor diante do abismo e do risco.
Justo aquelas que se lançam dentro de um vagão
antes da porta se fechar.

Porque a adrenalina motiva,
porque aos quarenta e cinco do segundo tempo,
sempre sai o gol mais bonito.

Leer más