Archivos por mes julio 2014

O Universo sabe, desde o seu primeiro choro…

julio 16, 2014 CrônicasPortuguês  No comments

AOS CEGOS

Cada qual sabe onde lhe aperta o calo. E os sonhos que acalenta trancafiados nos bolsos enterrados do  dia-a-dia. De que serve  o tempo que gasta, ou gastaria levantando uma bandeira que diga “Olhe o meu valor”? Bullshit. Recicle, transmute.

O Universo sabe, desde o seu primeiro choro, o seu valor. O Cosmos espera que você abundantemente retribua o que lhe foi dado. Não é aos cegos que deves mostrar a jóia rara em estado de início de primavera que se avizinha. Esqueça os cegos. Muitas vidas virão, até que eles possam compreender metade do que dizes.

A você, consciente do valor próprio, mãos à obra, sonhos na mesa e fé no cérebro. Disciplina na cara e não esmorecer por terceiros, típicos ladrões de sonhos...

Leer más

Esqueça tudo o que viveu até agora…

julio 16, 2014 Português  No comments

Miragem deserto

Espera a flor se abrir ao teu riso.
Convida a espuma a banhar teu corpo.
Espere que as estrelas venham seduzir a noite.
Piano, onde a calma se mescla com a brisa
e a noite é fresca e adocicada.
Quando os odores se somam em uma mistura inigualável.
Espera que entrelacemos os dedos
e a rotina seja azul e indolor.
Espere o vício te assaltar no meio da noite
ou na hora do café.
E que teu corpo manifeste sinais de abstinência
quando distante da minha derme.
Esqueça tudo que viveu até agora,
olvida os lençóis que roçaram a tua pele.
Um mundo inebriante e hipnótico se avizinha.
Uma miragem se apresenta no deserto.
Você pode tocá-la?

Leer más

Que es lo me que ata?

julio 7, 2014 Poesia  No comments

                                                                                                                                                                                                        praiarasa
Que es lo me que ata?
Que es lo que me atrapa
Mas allá del tiempo
Donde nace  el pensamiento
Como se arranca el miedo
Y se miran los silencios
Cara a cara
Ojo a ojo

Que es lo que te ata?
Que es lo que te atrapa
Día a día
Golpe a golpe
Sublimando a la rutina
Mas allá de tu ventana

Que es lo que nos mueve
A enredarnos despacito
A añorar un trocito de piel
Bajo el codo
En madrugada
Que es lo que te ata?

Que es lo que te suaviza,
Te anida el espiritu
En un domingo azul?
Que sabor tiene
La pr...

Leer más