Archivos por mes agosto 2013

Dandelion

agosto 28, 2013 Português  No comments

child-blowing-dandelion

E eu que queria tanta coisa, agora só me ocorre varrer a poluição da tua estrada. E me visto de brega e invento histórias. E construo cenas, onde o céu é lilás e os ogros são príncipes. E tropeço em meias verdades que não entenderias. Vou desenhando sussurros ferozes nas tuas costas. E desperdiças tesouros de brisa multicolor. E as pessoas caminham sem um norte particular. No modo automático, apressadas rumo ao nada, que será seguido por dia nenhum. E a vida às vezes levanta as pálpebras e te mostra que o joio não se mistura com o trigo, se puderes entender que a escuridão guarda segredos límpidos. Que cada dia é um sopro e a existência nunca se finda...

Leer más

Carta a Elche

agosto 28, 2013 Português  3 comments

escrevendo-uma-cartaEssa vai para toda essa gente que com uma rima mansa te desenha um sorriso bobo na cara. Pessoas de alma azul que mesmo longe te enviam uma torrente de energia para te deixar uma semana inteira carregada. Gente com a qual não faz falta um copo de rum ou algo etílico, porque essas mentes mescladas com teus arquivos surrealistas têm cores para longo tempo. Gente com a qual inventas um filme não tedioso de três horas, onde és a protagonista que se espreguiça nas nuvens, flerta com macacos amarelos e onde todos os chás são frios. Seres que compõem um seleto clube da insônia, que te dão  conselhos descartáveis, mas que te conhecem sob inúmeras camadas de pele. Pessoas com as quais topas raras vezes na vida. Porque possuem algo incomum, são distintos e evocam o melhor de ti. Dess...

Leer más